Se para as empresas privadas a tecnologia da informação é fundamental para se obter vantagem competitiva em relação aos concorrentes, nas organizações públicas o uso estratégico da TI e a administração adequada dos recursos de informática melhoram o atendimento da população, os serviços prestados ao cidadão e aumenta a eficácia organizacional (agilização de processos, da estrutura, da comunicação e a eliminação da burocracia).

A adoção responsável pelas prefeituras, de uma visão integrada, onde a oferta de novas tecnologias se harmonize com as necessidades da população, tornará possível transformar qualquer município, por menor e mais isolado que seja, em uma cidade digital, integrada nacional e internacionalmente, utilizando redes com e sem fio, de alta velocidade, inimagináveis, até alguns anos atrás.